domingo, 19 de novembro de 2017

A DINÂMICA DA COMUNICAÇÃO: EXPRESSÃO FISIONÔMICA

a dinâmica da comunicação: Expressão fisionômica:
1)  Neemias 2.1-2: SUCEDEU pois no mês de Nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinho diante dele e eu tomei o vinho, e o dei ao rei; porém nunca antes estivera triste diante dele. E o rei me disse: Por que está triste o teu rosto, pois não estás doente? Não é isto senão tristeza de coração”.
          Neemias estava triste porque recebera a notícia de que o muro de Jerusalém estava fendido, e que as suas portas estavam queimadas a fogo (Ne 1.3)

         A expressão fisionômica de Neemias comunicou ao rei Artaxerxes a sua tristeza. É bem verdade que ele orou a Deus, pedindo graça diante do rei; então a expressão fisionômica de Neemias foi o instrumento utilizado na dinâmica da comunicação entre o copeiro e o soberano.

Regência verbal: Verbo CRER


Regência Verbal         
                                       Verbo CRER
§ “...Se com tua boca confessares ao Senhor, e em teu  Y creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.” Rm 10.9

       VERBO CRER – verbo transitivo direto no sentido de: 4 Ter por certo ou verdadeiro, acreditar.
          (Serás salvo, (sobre qual condição?) se com tua boca confessares ao Senhor, e em teu coração tiveres por certo (O QUE?) que Deus ressuscitou ao Senhor Jesus dos mortos.)

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Atitudes das conjunções adversativas

AS CONJUNÇÕES ADVERSATIVAS

As conjunções adversativas expressam OPOSIÇÃO e REVELAM a atitude ou a reação do sujeito através de seus contrastes. Veja
Atitude (INVEJA): “Os patriarcas, movidos de inveja, venderam a José para o Egito, mas (o AMOR/reação) Deus era com ele”.

Grande foi a REAÇÃO DE DEUS. Nisto se cumpre a Palavra: “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor”. Romanos 12.19

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Aqui Releitura de Monalisa http://www.sensacionalista.com.br/?attachment_id=9450

              Releitura textual: É a produção de um texto novo, a partir de outro, porém sem o compromisso das semelhanças.


Eu sei...mas não deviam
Eu sei que as pessoas se afastam da Palavra de Deus, mas não deviam.
As pessoas se acostumam a ficar no pecado, e a não serem agraciadas com a salvação em Cristo Jesus. E porque não têm visão espiritual, logo se acostumam a não olhar para o alto, de onde vem o autor e consumador da fé, Hb 12.2. E porque não olham para o alto, logo se acostumam a não abrir a porta, quando Jesus bate: “Eis que estou a porta, e bato (ele diz): se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, eu entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Ap 3.20
E porque não abrem a porta para Jesus, logo se acostumam a não entender a sua linguagem, Jo 8.43.
E porque, à medida que se acostumam, esquecem a luz, esquecem o céu, esquecem a eternidade.
As pessoas se acostumam a chorar (às vezes só por dentro) o dia inteiro, esperando ouvir uma palavra de consolo: Você vai superar. Você é forte. Mas...estas palavras são insuficientes, se comparadas a: “O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte...”, Sl 18.2. Porque estas sim penetram nossa alma, “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. Hebreus 4.12
As pessoas se acostumam a andar na rua sem rumo, sem destino certo; buscando sem saber o quê. Cheias de dúvida, mas sem ninguém para esclarecê-las, porque não se lembram das palavras de Jeremias 33.3: “Clama a mim, e responder-te-ei, anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes”.
É... as pessoas se acostumam à poluição das palavras que as cercam. À desesperança.  À luz artificial. E nem de longe ser aproximam da verdadeira luz, que clareia todo o ser interior. “Eu sou a luz do mundo”, diz Jesus, quem me segue não andará em trevas..., Jo 8.12.
Somente Jesus pode iluminar o caminho, dissipando as trevas que as cercam e as oprimem.
As pessoas se acostumam a tantas coisas só para não serem ignoradas, mas as ignoram mesmo assim. Ah! Se todas as pessoas fossem do mundo... o mundo amaria a todas elas. Mas... não precisa ser assim.
As pessoas se acostumam a viver sem a Palavra de Deus. E sofrem por falta de conhecimento, Os 6.3. As pessoas se acostumam por puro comodismo, para poupar a mente, que aos poucos se acostuma ao nada, e que, de tanto se acostumar, desistem de lutar contra o pecado.
E, por vezes, as pessoas se sentam na primeira fila dos oprimidos, porque não aceitam o convite de Jesus:  “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei; [...] porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”, Mt 11.28-30
As pessoas se acostumam a tantas coisas, para não serem rejeitadas, mas são rejeitas mesmo assim.
As pessoas precisam saber que por Jesus não serão rejeitadas, ele mesmo é quem diz: “O que vem a mim, de maneira nenhuma o lançarei fora”, Jo 6.37.
Eu sei que as pessoas desconsideram o convite de Jesus: “Vinde a mim...” mas não deviam.

[Este texto é uma releitura do texto de Marina Colasanti In: Eu sei, mas não devia. Rio de Janeiro: Rocco]


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

O SUBSTANTIVO CABEÇA
1.Extremidade superior do corpo, que contém órgãos como os que formam o encéfalo, os da visão, os da audição, os do olfato etc. – A cabeça
2.Líder – homens capazes – O cabeça
3.Por extensão – A cabeça tida como a sede da inteligência

Veja:
Cristo é a cabeça, porque é a parte superior do corpo – que é a igreja.

§  1 Coríntios 12.27 
“Ora, VÓS sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular

§  Colossenses 1.18 também diz:
“E ele [Jesus Cristo] é a cabeça do corpo, da igreja..."


§  E Efésios 1.22-23, que diz:
“E [Deus] colocou todas as coisas a seus [de Cristo] pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja que é o seu [de Cristo] corpo...