sexta-feira, 21 de julho de 2017

Aqui Releitura de Monalisa http://www.sensacionalista.com.br/?attachment_id=9450

              Releitura textual: É a produção de um texto novo, a partir de outro, porém sem o compromisso das semelhanças.


Eu sei...mas não deviam
Eu sei que as pessoas se afastam da Palavra de Deus, mas não deviam.
As pessoas se acostumam a ficar no pecado, e a não serem agraciadas com a salvação em Cristo Jesus. E porque não têm visão espiritual, logo se acostumam a não olhar para o alto, de onde vem o autor e consumador da fé, Hb 12.2. E porque não olham para o alto, logo se acostumam a não abrir a porta, quando Jesus bate: “Eis que estou a porta, e bato (ele diz): se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, eu entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Ap 3.20
E porque não abrem a porta para Jesus, logo se acostumam a não entender a sua linguagem, Jo 8.43.
E porque, à medida que se acostumam, esquecem a luz, esquecem o céu, esquecem a eternidade.
As pessoas se acostumam a chorar (às vezes só por dentro) o dia inteiro, esperando ouvir uma palavra de consolo: Você vai superar. Você é forte. Mas...estas palavras são insuficientes, se comparadas a: “O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte...”, Sl 18.2. Porque estas sim penetram nossa alma, “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. Hebreus 4.12
As pessoas se acostumam a andar na rua sem rumo, sem destino certo; buscando sem saber o quê. Cheias de dúvida, mas sem ninguém para esclarecê-las, porque não se lembram das palavras de Jeremias 33.3: “Clama a mim, e responder-te-ei, anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes”.
É... as pessoas se acostumam à poluição das palavras que as cercam. À desesperança.  À luz artificial. E nem de longe ser aproximam da verdadeira luz, que clareia todo o ser interior. “Eu sou a luz do mundo”, diz Jesus, quem me segue não andará em trevas..., Jo 8.12.
Somente Jesus pode iluminar o caminho, dissipando as trevas que as cercam e as oprimem.
As pessoas se acostumam a tantas coisas só para não serem ignoradas, mas as ignoram mesmo assim. Ah! Se todas as pessoas fossem do mundo... o mundo amaria a todas elas. Mas... não precisa ser assim.
As pessoas se acostumam a viver sem a Palavra de Deus. E sofrem por falta de conhecimento, Os 6.3. As pessoas se acostumam por puro comodismo, para poupar a mente, que aos poucos se acostuma ao nada, e que, de tanto se acostumar, desistem de lutar contra o pecado.
E, por vezes, as pessoas se sentam na primeira fila dos oprimidos, porque não aceitam o convite de Jesus:  “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei; [...] porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”, Mt 11.28-30
As pessoas se acostumam a tantas coisas, para não serem rejeitadas, mas são rejeitas mesmo assim.
As pessoas precisam saber que por Jesus não serão rejeitadas, ele mesmo é quem diz: “O que vem a mim, de maneira nenhuma o lançarei fora”, Jo 6.37.
Eu sei que as pessoas desconsideram o convite de Jesus: “Vinde a mim...” mas não deviam.

[Este texto é uma releitura do texto de Marina Colasanti In: Eu sei, mas não devia. Rio de Janeiro: Rocco]


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

O SUBSTANTIVO CABEÇA
1.Extremidade superior do corpo, que contém órgãos como os que formam o encéfalo, os da visão, os da audição, os do olfato etc. – A cabeça
2.Líder – homens capazes – O cabeça
3.Por extensão – A cabeça tida como a sede da inteligência

Veja:
Cristo é a cabeça, porque é a parte superior do corpo – que é a igreja.

§  1 Coríntios 12.27 
“Ora, VÓS sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular

§  Colossenses 1.18 também diz:
“E ele [Jesus Cristo] é a cabeça do corpo, da igreja..."


§  E Efésios 1.22-23, que diz:
“E [Deus] colocou todas as coisas a seus [de Cristo] pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja que é o seu [de Cristo] corpo...

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

PRONOMES PESSOAIS COM VALOR DE POSSE.



Os pronomes pessoais oblíquos átonos [me, te, se, nos, vos, lhe, lhes] podem se apresentar COM SENTIDO POSSESSIVO
                 = FS(Função sintática):adjunto adnominal.

Exemplos:
4...eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração.”  Oséias 2.14    (lhe=seu coração)

4Eu os ensinei, e lhes fortaleci os braços, mas pensam mal contra mim.”     Oséias 7.15    (lhes=seus braços)

4 [O Senhor] despertar-me todas as manhãs, desperta-me o ouvido...” Isaías 50.4      (desperta-me o ouvido [me=meu ouvido]

4O Senhor Jeová me abriu os ouvidos....”
                       Isaías 50.5    (me=meus ouvidos)

  

sábado, 18 de abril de 2015

Conjunções

Conjunção
Conjunção é a palavra invariável que estabelece relação de sentido  entre duas orações ou entre dois termos que exercem a mesma função sintática.
          “Ele foi oprimido, mas não abriu a sua boca...”(Is 53.7
     A conjunção mas está ligando duas orações coordenadas.

           “E nela se achou o sangue dos profetas, e dos santos...” Ap 18.24
                dos profetas, e dos santos :
  • A conjunção e (chamada aqui de conjunção aditiva em relação de igualdade) está ligando dois termos que exercem a mesma função sintática - FS: Adjunto Adnominal
LOCUÇÃO CONJUNTIVA
Algumas vezes, duas ou mais palavras equivalem a uma conjunção: para que, logo que, assim que, uma vez que etc.
            4“Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz para que as suas obras não sejam reprovadas.” Jo 3.20

Classificação
As conjunções podem ser COORDENATIVAS  ou  SUBORDINATIVAS
As CONJUNÇÕES COORDENATIVAS são:
1 - Aditivas : e, nem, não só... mas também...como também (soma de idéias)
2 - Adversativas : mas, porém, contudo, todavia, entretanto. (oposição de idéias)
3 - Alternativas : ou...ou, ora, quer... quer (alternância, ou exclusão de idéias)                                                  
4 - Conclusivas : logo, pois (entre virgulas ou no final do período), portanto, por conseguinte, assim, consequentemente , (consequência)
5 - Explicativas : , pois (no início da oração), porque, que, porquanto, (justifica a ideia contida na oração anterior)

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS:
São classificadas de acordo com o valor semântico que possuem no contexto.
1) ADITIVAS - indicam seqüência de pensamento.
 Não sabeis vós que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós.” (I Co 3.16)
 “E conhecereis a verdade, e  a verdade vos libertará Jo 8.32

2) ADVERSATIVAS - ligam pensamentos que contrastam entre si.
 ”E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala,...” (At 18.9)

3) ALTERNATIVAS - ligam pensamentos que se excluem ou se alternam.
 ”Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom quer seja mau.” (Ec 12.14)

4) CONCLUSIVAS - ligam duas orações em que a segunda exprime dedução ou conclusão.
“Tu ,pois, converte-te a teu Deus: guarda a beneficência e o juízo, e em teu Deus espera sempre.”(Os 12.6)

5) EXPLICATIVAS : ligam duas orações em que a segunda justifica a ideia contida na oração anterior.
 ”Ficarei, porém, em Éfeso até ao Pentecostes; porque uma porta grande e eficaz se me abriu...”(I Co 16.8-9)
   “ Cantarei ao Senhor, porquanto me tem feito muito bem”. (Sl 14.2)
 OUTROS EXEMPLOS:
”Vai ter com a formiga , ó preguiçoso: olha para os seus caminhos e sê sábio.” Pv 6.6 [CjAd-Conjunção coordenativa aditiva]

 “Do homem são as preparações do coração, mas do Senhor a resposta da boca.” Pv 16.1 [CjAdv-Conjunção coordenativa adversativa                                                                                                                                                                                    
”Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida.” Pv 4.23 [CjEx-Conjunção coordenativa explicativa]

 ”Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom quer seja mau.” Ec 12.14  [CjAlConjunção coordenativa alternativa

ü”Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça....” Hb 4.16  [CjCc - Conjunção coordenativa conclusiva]

 Atenção:
    E COM VALOR ADVERSATIVO
·         Jo 20.29 - “Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram, e creram (mas creram)
·         I Co 13.1 - “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino...” (mas não tivesse...)

·         Am 8.12 – “[Os homens] correrão por toda a parte, buscando a palavra do Senhor, e não a acharão.” (mas não a acharão)

MAS ou PORÉM (seguido de TAMBÉM) é aditivo
  • II Jo 1 - “O ANCIÃO à senhora eleita, e a seus filhos, aos quais amo na verdade, e não somente eu, mas também todos os que têm conhecido a verdade.”
As CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS: ligam orações dependentes, ou seja, subordinam uma oração a outra.

AS PRINCIPAIS CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES
 CONJUNTIVAS SUBORDINATIVAS SÃO:

1) INTEGRANTES - (que, se) - iniciam as orações com função de substantivo

“ ...Hoje saberás e refletirás no teu coração, que só o Senhor é Deus em cima nos céus, e embaixo na terra; nenhum outro há”.

“E Barnabé aconselhava que todos tomassem consigo a João, chamado Marcos.” At 15.37

“E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.” Lc 23.43

“ O Senhor olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus”. Sl 14.2

2) CAUSAIS- (porque, visto que, uma vez que, já que, como, pois que...) - relação de causa/conseqência.

<“...disse o Senhor a Salomão: Visto que houve isso em ti, que não guardaste o meu concerto e os meus estatutos...” I Rs 11.11

<“..evita falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade.” II Tm 2.16

<“Eu chorava muito porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.”Ap 5.4

3) CONCESSIVAS - (embora, ainda que, se bem que....) - indica oposição.Traz uma idéia contrária a que foi expressa na oração anterior: 

<“Vinde, então, e argui-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve...” Is 1.18

4) COMPARATIVAS- (mais)...do que, (menos)...do que, assim como, bem como, como... - estabelece uma aproximação de dados entre as orações:<“Não é a minha palavra como fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a penha?”(Jr 23.29)

5) CONDICIONAIS - (se, caso, contanto que, desde que, a menos que, salvo, a não ser que...) - estabelece uma condição para que aconteça o que está demarcado na oração anterior: 

<“Eu sou o pão que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre...” (Jo 6.51)

6) CONFORMATIVAS - (conforme, consoante, segundo...) - estabelece harmonia entre os fatos expressos por duas orações:

< “Assim vos servirá Ezequiel de sinal: conforme tudo quanto fez fareis...” (Ez 24.24)

7) CONSECUTIVAS - (Tal) que, (tanto) que, (tão) que... - introduz uma relação de conseqüência do que foi dito na oração anterior:

< “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3.16)

8) FINAIS - (para que, que, a fim de que...) - exprime o objetivo com que uma ação é praticada:

<“Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, faças vós também.”(Jo 13.15)

“E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.” (Jo 14.13)

9) PROPORCIONAIS - (à medida que, à proporção que, quanto mais... mais, quanto menos....menos, ao passo que....) - estabelece entre as orações uma relação de proporcionalidade:<“Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.” (Mt 7.2)

10) TEMPORAIS- relação de tempo(quando, antes que, depois que, até que, logo que, sempre que, desde que, apenas, mal, enquanto....) - VEJA TEMPORALIDADE.

<Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei: às nações te dei por profeta.” Jr 1.5
<“ O próprio Davi disse pelo Espírito Santo: O Senhor disse ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.” (Mc 12.36)
<“Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele...” Mt 5.25

ATENÇÃO:  =) VEJA TAMBÉM
A CONJUNÇÃO  POIS
A)  Conjunção coordenativa explicativa [justifica o que foi dito anteriormente]

            ”Sou teu, [Senhor], salva-me, pois tenho buscado os teus                                  preceitos.” Sl 119.14

             “Venham sobre mim as tuas misericórdias, para que viva, pois a                       tua lei é a  minha delícia.” Sl 119.77

B)  Conjunção coordenativa conclusiva [ligam duas orações em que a segunda exprime dedução
ou conclusão]               ,POIS,        POIS,          POIS

            ”Produzi pois frutos dignos de arrependimento...” Lc 3.8

             ”Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos.” Lc 12.29

A CONJUNÇÃO  PORQUE
A)  Conjunção coordenativa explicativa [justifica o que foi dito anteriormente]

            ”Eu sou mais prudente do que os velhos, porque guardo os teus    preceitos..”  Salmo 119.100
           
             B)Conjunção subordinativa causal 
[estabelecendo uma relação de causa]
            ”Evita falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade.”    II Tm 2.16

Outros exemplos:
 “Estou fraco  e mui quebrantado; tenho rugido por causa do desassossego do meu coração.” Sl 38.8
       
              Estou fraco  e mui quebrantado; tenho rugido porque o meu coração está desassossegado.
CONSEQUÊNCIA: traz fraqueza e quebrantamento (com rugido)   // CAUSA: O coração desassossegado
                 
”E disse-lhe o Senhor: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.” Ez 9.4

  E disse-lhe o Senhor: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas que suspiram e que gemem, porque se cometem abominações no meio dela. CONSEQUÊNCIA:  traz suspiros e gemidos     //     CAUSA: O cometimento de abominações no meio de Jerusalém
                
           “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus. Mt 22.29
    Errais porque não conheceis as Escrituras nem o poder de Deus. 
                 CONSEQUÊNCIA:  faz errar   //  CAUSA: não conhecer as Escrituras nem o poder de Deus

¨PARA SABER MAIS
Os : [dois pontos] podem ser substituídos por uma das conjunções explicativas (pois, porque, porquanto, que), quando a oração seguinte justificar o que foi dito anteriormente.

ü  Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor deu os amorreus na mão dos filhos de Israel, e disse aos olhos dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom. E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro do Reto? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro: E não houve dia semelhante a este, nem antes nem depois dele, ouvindo  o Senhor assim a voz dum homem:[=pois, porque, porquanto, que] o Senhor pelejava por Israel.” Js 10.12-14

ü  “Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos (morrerão) pelos pais: cada um morrerá pelo seu pecado.” Dt 24.16

ü  “Se formos infiéis, ele permanece fiel: não pode negar-se a si mesmo.” II Tm 2.13

Obs.: A linguagem  da Bíblia é mesmo incrível, pois,  quando os dois pontos podem ser substituídos por outra conjunção (valor semântico diferente do pois, porque, porquanto, que), a Bíblia  já  a coloca depois dos dois pontos. veja.

 o Senhor vive: e bendito seja o meu rochedo, e exaltado seja o Deus da minha salvação.” Sl 18.46  (aqui a conjunção e tem valor aditivo)  

                Ou:        Repete o POIS para enfatizá-la:



O tempo linguístico 

(nas conjunções subordinativas temporais)

O tempo linguístico está relacionado com a fala, pois ele possui seu centro no presente da instância da fala.
TemporalidadeA temporalidade define a posição na linha do tempo, do fato expresso pela oração base. Essa linha pode ser segmentada em  intervalos:
1.   INICIAL (quando – desde que)    
2.   IMEDIATO (assim que, logo que)
3.   ANTERIOR (antes que )
4.   CONCOMITANTE ( enquanto - quando)
5.   POSTERIOR (depois que)
6.   LIMITE (até que)

7.   POSTERIOR IMEDIATO (logo que, assim que)
a) Edna lavava as fraudas / enquanto Diana dormia.     
      (A e B são concomitantes)
b) Mônica lavava as roupas / depois que todos saiam. 
          (A é posterior a B)
c) Ester preparava o almoço/ antes que todos chegassem.       
    (A é anterior a B)

Outros exemplos:
a) Desejei muito comer convosco esta páscoa,/ antes que padeça, /porque vos digo/ que não a comerei mais/ até que ela se cumpra no reino de Deus.” Lucas 22.15-16 – tempo anterior – tempo limite
b) Buscai ao Senhor/ enquanto se pode achar, /invocai-o/ enquanto está perto.” Isaías 55.6-concomitante
c)”Poupa-me, até que tome alento, antes que me vá, e não seja mais.” Salmos 39.13 - tempo limitetempo anterior
d) Depois disto viveu Jó cento e quarenta anos; e viu a seus filhos, e aos filhos de seus filhos, até a quarta geração”. Jó 42.16 – tempo posterior - tempo limite
e) “Então entrou em mim o Espírito quando falava comigo, e me pôs em pé, e ouvi o que me falava.” Ezequiel 2.2 concomitante
f) “Era Zedequias da idade de vinte anos quando começou a reinar... Jeremias 52.1- tempo inicial
g) “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.” I Co 13.11 – tempo posteriortempo posterior imediato
    
NOS TEXTOS ABAIXO, SUBSTITUA AS CONJUNÇÕES( ou locuções conjuntivas) INDICADAS POR OUTRAS DE IGUAL SIGNIFICADO:

Antes que
 
a)Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces.”Sl 139.4 [...............................................]

                             
Depois que
 
b) E quando [o Espírito Santo] vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo”. Jo 16.8 vier[...............................................]

c) “E acontecia que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia: mas quando ele abaixava a sua mão, Amaleque prevalecia.” Êx 17.11
     logo que                           Assim que
[...............................................]     [...............................................]

4) ESCOLHA a ocorrência temporal (TpI -TEMPO INICIAL), (TpA - TEMPO ANTERIOR), (TpPi - TEMPO POSTERIOR IMEDIATO), (TpCc TEMPO CONCOMITANTE) , (TpL - TEMPO LIMITE) dos versículos abaixo:

a) ( TpL) “E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia.” 
Mt 18.34

b) (TpPi)  “ E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências do céu serão abaladas.” Mt 24.29

c) (TpCc)  “E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.” Mt 24.1

d) (TpA)  “ Antes que te formasses no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei...” Jr 1.5

e) (TpA)  “E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa,[...] o Senhor abençoou a casa do Egípcio, por amor de José...” Gn 39.5